Nerdizmo

Startup quer construir habitat humano no fundo do oceano até 2027

Startup quer construir habitat humano no fundo do oceano até 2027

Um habitat humano no fundo do oceano. Esta é a ideia da startup do Reino Unido chamada DEEP. Eles pretendem construir uma base permanente em que humanos podem viver completamente submersos até 2027.

Para ser mais especificamente, o projeto consiste em estações subaquáticas que permitirão que os pesquisadores operem continuamente até 200 metros de profundidade por até 28 dias de cada vez.

Isso lhes dará acesso prolongado à maioria das prateleiras continentais e à totalidade da zona Epipelágica, conhecida também como ‘zona de luz solar’.

Essa zona é importante porque o limite inferior desta zona é o ponto mais profundo em que a luz solar penetra no oceano, e estima-se que 90% da vida marinha possa ser encontrada ali.

Ter acesso total a essa parte do oceano, em vez de apenas realizar incursões a partir da superfície, representará uma grande mudança na forma como os cientistas podem observar, monitorar e entender os oceanos.

O Sistema DEEP consiste no habitat subaquático Sentinel, uma variedade de submersíveis, equipamentos de mergulho e pesquisa científica.

“Precisamos preservar os oceanos. Para fazer isso, precisamos entendê-los. Os oceanos estão no centro de muitos dos desafios geracionais que o mundo enfrenta, e também oferecem oportunidades que nem começamos a compreender. Através de nossa tecnologia inovadora, a DEEP permitirá que os cientistas operem em profundidade por longos períodos de tempo e esperamos, de alguma forma, contribuir para nossa compreensão desse ambiente vital”, disse Steve Etherton, Presidente da EMEA da DEEP.

O projeto do habitat humano no fundo do oceano idealizado pela DEEP

Veja mais sobre ciência!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Tags:
Categorias:
CiênciaMundo Geek
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments