Nerdizmo

O Conceito de casas pós-COVID do studio BELEM

Projeto de vilas e edifícios do Marrocos pós-pandemia

O Conceito de casas pós-COVID do studio BELEM

O que você vê aqui e nas imagens abaixo são os conceitos de casas pós-COVID projetados pelo studio BELEM, uma agência de arquitetura e planejamento urbano de Paris.

Este projeto foi desenvolvido para um cliente privado do Marrocos, e é chamado de ‘Aswar el Beyt’, que imagina uma vila contruída perto de Marraquexe a qual reinventa o estilo marroquino.

Para o projeto, os arquitetos observaram como o COVID-19 transformou a maneira como vivemos e trabalhamos.

Com a tendência crescente de home office, muitas pessoas não querem mais aceitar a lotação no transporte público ou perder horas presas em congestionamentos para chegar ao local de trabalho, especialmente considerando a poluição que isso causa.

Canais de comunicação também mudaram, e consideram desnecessárias reuniões físicas no mesmo espaço e estão usando conferências para isso.

Enquanto isso, novos tipos de casas, sejam famílias mescladas ou morando com colegas de quarto, estão tornando os modelos de moradias tradicionais obsoletos.

Além disso, no contexto marroquino, um ‘êxodo rural’ tem levado muitos jovens a deixar a casa de sua família para viver sozinhos ou em apartamentos compartilhados na cidade.

O Awar el Beyt, portanto, é projetado como um lugar flexível e animado, onde viver e trabalhar é possível. a proposta se afasta dos códigos da moradia tradicional marroquina e repensa as funções pré-estabelecidas de uma casa.

O conceito traz de volta um ambiente natural para a cidade, promovendo novos espaços comuns e interações sociais entre seus moradores.

Este projeto urbano desenvolve-se em um quadrado de 10 hectares, sendo que cada distrito possui equipamentos coletivos e comércios que o tornam autônomo (programas culturais, instalações esportivas, locais de culto, comércio e espaços verdes).

Cada distrito também oferece aos seus residentes dois tipos de habitação: prédios de apartamentos e vilas privadas.

Os volumes de edifícios são fragmentados nos andares superiores para criar uma sucessão de terraços abertos para a paisagem. os edifícios são colocados lado a lado para formar uma “cadeia” de volumes.

Algo bem interessante de se ver, como você confere nas imagens abaixo.

As casas pós-COVID do Marrocos

Veja mais sobre arquitetura.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
ArquiteturaArte