Nerdizmo

Cientistas criam robô para monitorar o cérebro

Cientistas criam robô para monitorar o cérebro

Pesquisadores do Instituto EPFL Neuro X desenvolveram um robô para monitorar o cérebro, que pode ser implantado através de um pequeno orifício no crânio.

O protótipo apresenta uma matriz de eletrodos que pode ser inserida através de um orifício de 2 cm, mas quando todos os seus 6 braços espiralados são implantados, cobrem uma superfície de 4 cm.

A matriz de eletrodos cortical é composta por componentes de ouro e um material elastômero transparente, permitindo que neurocirurgiões trabalhem em uma área de superfície maior.

Seus braços em forma de espiral distribuem uniformemente a área do eletrodo e cobrem mais superfície do cérebro, tornando cirurgias cerebrais complexas mais acessíveis e menos arriscadas.

“As tecnologias neurocirúrgicas minimamente invasivas são abordagens essenciais para oferecer terapias eficientes e personalizadas ao paciente. Precisávamos projetar uma matriz de eletrodos miniaturizada capaz de se dobrar, passar por um pequeno orifício no crânio e, em seguida, se implantar em uma superfície plana sobre o córtex. Em seguida, combinamos conceitos da bioeletrônica macia e da robótica macia”, disse Stéphanie Lacour, professora do Instituto EPFL Neuro X.

Veja mais sobre o projeto no vídeos abaixo.

O pequeno robô para monitorar o cérebro

Veja mais sobre tecnologia!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Tags:
Categorias:
Tecnologia
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments