Nerdizmo

Último Cheeseburguer do McDonalds da Islândia está lá, bonito, desde 2009

O lanche deles nunca apodrece, como você vê nesta publicação

Último Cheeseburguer do McDonalds da Islândia está lá, bonito, desde 2009

Este é o último Cheeseburguer do McDonalds vendido na Islândia, quando o país ainda tinha uma loja da rede de fast-food. O McDonalds fechou na região depois de 2009, quando a própria administração da empresa resolveu se retirar do país.

Provavelmente porque não vendia muito por lá. E também provavelmente por uma razão: o lanche deles nunca apodrece, como você vê nesta publicação.

Em 2009, um homem chamado Hjörtur Smárason comprou este último lanche vendido na loja antes de fechar. Ele colocou este lanche em uma caixa e deixou lá. Até hoje, a aparência dele está muito boa. Ou seja, não estraga como qualquer alimento comum.

Normalmente veríamos camadas de bolor, ou o lanche seria simplesmente devorado por microorganismos. Neste caso, tanto a batata quanto o lanche continuam ali.

A “atração” está disponível na Snotra House, uma casa gerenciada pelo próprio Smárason e seus amigos no sul da Islândia.

Ao ver que este lanche não apodreceu em amis de 10 anos, é de se esperar que não é coisa boa colocar isso dentro do seu organismo, certo? Não é à toa que o Burger King recentemente lançou uma campanha a qual mostra que o lanche deles de fato estraga. Como qualquer alimento.

Outra pessoa que especificou o fato dos alimentos do McDonalds nunca estragarem foi Morgan Spurlock, idealizador do documentário “Super Size Me“, onde ele passa 30 dias se alimentando apenas com produtos do McDonalds — e depois revela o que acontece com a sua saúde.

O último Cheeseburguer do McDonalds Islandês

https://www.instagram.com/p/B4Ui2qkpwTv/?utm_source=ig_embed

Veja mais sobre gastronomia!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.