Nerdizmo

Os Mestres de RPG da cultura pop – e o que podemos aprender com eles

Personagens do cinema e TV vistos como Mestres de RPG de mesa

Os Mestres de RPG da cultura pop - e o que podemos aprender com eles

Os Mestres de RPG da cultura pop são personagens sábios, líderes e professores que desempenham papéis importantes na evolução das narrativas do cinema. Nós analisamos alguns dos filmes e séries de TV mais queridos como se fossem aventuras de RPG de mesa.

Nos jogos, os Mestres são responsáveis por conduzir as histórias, dar as regras, levantar questionamentos, saber a hora de agir e inspirar os jogadores.

Então, se essas histórias fossem aventuras de RPG, estes certamente seriam os Mestres:

Os Mestres de RPG dos filmes

Mestre Yoda (Star Wars)

Os Mestres de RPG da cultura pop - e o que podemos aprender com eles

“O medo leva à raiva, a raiva leva ao ódio, o ódio leva ao sofrimento”

Não há uma frase dita por Yoda em Star Wars que não tenha nos feito refletir profundamente sobre nossos sentimentos, atitudes e valores. Este Mestre sabe levar a sabedoria àqueles que estão em uma aventura com ele.

Os seus ensinamentos guiam os aventureiros a enfrentarem adversidades, a refletirem sobre suas ações e a se manterem firmes em suas jornadas. Yoda ensina a ser paciente, corajoso, a saber a hora de atacar e recuar e, principalmente, a ter domínio da própria mente.

Afinal, quem tem a Força deve saber usá-la.

Professor Dumbledore (Harry Potter)

Os Mestres de RPG da cultura pop - e o que podemos aprender com eles

“Claro que está acontecendo em sua mente, mas porque isso significa que não é real?”

Dumbledore é um professor sábio. A frase acima, do diálogo com Harry, é um exemplo de como ele adiciona questões à aventura que são fundamentais para o desenvolvimento pessoal dos personagens.

O que não é diferente de um bom jogo de mesa. Quando o Mestre sabe conduzir a aventura, os jogadores saem muito mais fortes, centrados e evoluídos do mundo mágico para o mundo real.

As aventuras podem ser divertidas e emocionantes, e é dessa forma lúdica que você pode aprender muitas coisas na vida real ou no jogo de mesa. Afinal, Harry e seus amigos mostram bem como funciona essa dinâmica que parece brincadeira de criança aprendendo a encarar as maravilhas e os perigos do mundo.

Gandalf (O Senhor dos Anéis)

Os Mestres de RPG da cultura pop - e o que podemos aprender com eles

“Você pode encontrar as coisas que perdeu, mas nunca as que abandonou”

O universo de J.R.R.Tolkien é responsável pelo RPG como ele é hoje. Gandalf está aqui para nos lembrar de lealdade, cumplicidade e comprometimento. Em uma jornada, jamais devemos abandonar um amigo. Nem por um item mágico, nem por um quitute apetitoso.

O mestre Gandalf nos ensina que um grupo unido tem mais chances de alcançar os objetivos.

Professor Xavier (X-Men)

Os Mestres de RPG da cultura pop - e o que podemos aprender com eles

“A humanidade não é ruim, está apenas desinformada”

O telepata mais poderoso do universo Marvel tem o poder de criar ilusões, de iludir e implantar ideias na mente dos adversários, mas usa suas habilidades para defender a paz e a harmonia. É ele quem acolhe jovens mutantes para que eles sejam valorizados e coexistam com os humanos.

Nos jogos de RPG convivemos com personagens das mais variadas classes: magos, elfos, anões e lobisomens, só para citar alguns deles. Na mesa encontramos a mesma diversidade de jogadores. A miscigenação é o que faz do RPG um ambiente rico e fascinante. Assim como a vida real.

Professor Xavier é um Mestre justo que luta a favor da convivência em harmonia entre diferentes tipos de pessoas.

Senhor Miyagi (Karatê Kid)

“Não existe mau aluno, só mau professor. Professor diz, aluno faz”

O mestre de caratê fictício é um dos mais respeitados do filme Karatê Kid e da cultura pop.

Ele inspira, ensina e eleva seus alunos. Sr. Miyagi sabe que existe uma diferença entre ensinar e das as regras – enquanto uma é baseada no respeito e admiração, a outra se baseia na hierarquia. Um bom mestre conquista o respeito de seus alunos, é paciente com aqueles em dificuldade e ensina a eles o caminho certo.

Não é à toa que sempre nos lembramos de Miyagi com muito carinho, não é mesmo?

Rafiki (O Rei Leão)

“Para conseguir o que quer, você deve olhar além do que você vê”

Aquele que tem pinta de louco, mas passa a perna em qualquer um no quesito sabedoria. Este é Rafiki, o mestre que embora pareça um tanto distante surpreende ao mostrar que ele é quem está por trás de várias situações da história. Rafiki não é direto, ele age nas entrelinhas.

O macaco sábio deixa a narrativa fluir livremente, pois sabe que os eventos seguem o curso natural das coisas – mas Rafiki também sabe a hora de intervir. Dilemas, vilões impiedosos e obstáculos devem ser encarados através da percepção mental.

Mestre dos Magos (Caverna do Dragão)

“A resposta não está no poder de alguém, ela está no íntimo de cada um de vocês”

O verdadeiro mestre de RPG, Mestre dos Magos é de fato o narrador de toda a jornada de Caverna do Dragão, desenho animado baseado no jogo homônimo de RPG Dungeons and Dragons, popularmente conhecido como D&D.

As atitudes do Mestre podem ser incompreendidas, mas ele sempre sabe o que está fazendo. O poder dele é saber interpretar, porque ser mestre não é sobre ter poder, é saber analisar o momento certo de agir e como agir.

Ele cria a imersão da história, mantém o mistério, comanda os plot twists e pode até fazer os jogadores se esquecerem da realidade fora da mesa, devido a sua maneira envolvente de contar histórias.

Mestre Splinter (Tartarugas Ninja)

“Não existe um monstro mais perigoso do que a falta de compaixão”

O mestre ninja antropomórfico treina as tartarugas despertando, além de seus reflexos ágeis, o senso de coletividade na aventura. Splinter mostra como escolher as suas lutas e ensina, principalmente, as tartarugas a viverem com virtudes, coisa que se espera de um samurai e também dos paladinos nos RPGs.

Morpheus (Matrix)

“Há uma grande diferença entre conhecer o caminho e trilhar o caminho”

Sacerdote, terrorista, capitão de nave e comandante militar. Morpheus tem fé inabalável na vitória dos seres humanos enquanto o mundo enfrenta a ameaça de dominação das máquinas. Inteligência e sabedoria são habilidades distintas e, em Matrix, Morpheus mostra exatamente isso. O Mestre deve ter ambas as coisas e saber equilibrá-las.


Leia também: 8 itens que todo Mestre de RPG gostaria de ter

Veja mais sobre Cinema & TV | Mundo Geek

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Novos Jogos de Construção de Cidades para Acompanhar Casas na caverna estilo toca de Hobbit 5 lições que aprendemos com o Professor Polvo Star Wars: the Bad Batch ganha pôster