Nerdizmo

Crew Dragon chega à ISS como 2001: Uma Odisseia no Espaço

The Blue Danube mais uma vez marca as imagens espaciais na história

Crew Dragon chega à ISS como 2001 Uma Odisseia no Espaço

Crew Dragon chega à ISS como 2001: Uma Odisseia no Espaço em uma edição criativa do canal do YouTube DUmmie FUnnies.

A cápsula se aproxima da Estação Espacial Internacional ao som de Blue Danube, valsa de Johann Strauss, ganhando um toque da ópera espacial de Stanley Kubrick.

Embora o diretor tenha conseguido imprimir a música e as cenas do longa em nossa consciência coletiva, a composição de Strauss na verdade se tornou um hino não oficial da Áustria. O compositor austríaco criou o poema musical em 1867 para erguer o moral da Áustria durante o pós-guerra da Guerra das Sete Semanas, após o país ter sido derrotado pela Prússia.

Na cena emblemática do longa, a valsa e a nave flutuam em sincronia pelo vazio do espaço. 2001 respeita o teor abstrato da composição, onde a música abre todos os tipos de possibilidade para o filme.

Diante de uma situação global tão conturbada que atravessamos, o lançamento histórico da missão Demo-2 trouxe algo para fazer o mundo vibrar de emoção. E a valsa de Strauss, mais uma vez, tornou as imagens de uma nave viajando pelo espaço muito mais marcantes.

Crew Dragon chega à ISS ao som de The Blue Danube

Crew Dragon chega à ISS

A missão Demo-2 foi lançada da plataforma 39 no Centro Espacial Kennedy em Cabo Vernal, na Flórida, no dia 29/5. Os astronautas da NASA Bob Behnken e Doug Hurley viajaram na capsula Crew Dragon, levada ao espaço pelo emblemático foguete Falcon 9 da SpaceX de Elon Musk.

Crew Dragon chega à ISS como 2001: Uma Odisseia no Espaço
Os astronautas Doug Hurley e Bob Behnkhen

Após 19 horas de viagem, a Crew Dragon chegou à ISS, onde os astronautas devem permanecer a bordo por um período ainda não definido, que pode durar até 120 dias, antes de retornar à Terra.

A SpaceX tem uma estratégia de redução de custos para a utilização do foguete Falcon 9, que consiste em recondicioná-lo para ser reutilizado em outros lançamentos. Um deles chegou a ser usado em cinco missões.

Nove minutos após o lançamento, o foguete usado na missão Demo-2 retornou à balsa robótica “Of Course I Still Love You”, cujo nome é uma referência ao livro de ficção científica “The Player of Games”, do escritor escocês Iain M. Banks. É provável que ele seja preservado como artefato histórico.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.