Nerdizmo

Zumbis dominam lista de piores apocalipses da cultura nerd

Zumbis

A história é basicamente a mesma, porém desencadeia de forma distinta em todas: zumbis começam a surgir após algum problema biológico e isso se alastra por todo o mundo. De repente, nos vemos num cenário cheio de mortos-vivos e sendo obrigados a usar armas e desconfiar até da velhinha que diz ser inocente. Este caos se espalha por várias produções da cultura nerd e nos trouxe inúmeras obras.

Apesar das semelhanças, não se engane: o universo daqueles que retornam para devorar cérebros é amplo e existem sim os piores para se estar. Preparamos essa lista para você reconhecer onde não ir parar ou enfrentar o pior que temos no gênero. Seja nos filmes, séries, desenhos animados e até mesmo em livros, eles vão se espalhar e trazer o mais puro caos.

What If…

Uma das piores histórias de zumbis que você poderia parar na sua vida, imagine o Universo Cinematográfico Marvel cheio de heróis mortos-vivos. Acredite, isso nem é o mais chocante. O que impressiona é que há um nível de consciência neles e estes personagens usam suas habilidades superiores para caçar e obter qualquer forma de se alimentarem. E a comida somos nós.

Ou seja: Doutor Estranho continuará usando magia, assim como a Feiticeira Escarlate, temos o poderoso Thanos zumbi, Homem de Ferro no controle total de sua armadura etc. Se nós já corremos perigo com os mortos comuns, imagina correndo de um destes. Não é à toa que Bruce Banner chega na Terra e vê que a população mal deu conta desta situação, imagina meros humanos que somos…

Resident Evil

Uma das maiores franquias da história dos games, o pesadelo de terror é o responsável por exterminar uma cidade inteira do mapa e depois conseguiu vir com ainda mais ameaças biológicas. O surto foi provocado pela Umbrella Corporation, comandada por Albert Wesker e a partir daí foi só desgraça que caiu sobre a humanidade com os diversos tipos de monstros que surgiram disso.

Não satisfeitos com Raccoon City, não pouparam esforços em atacar a Europa, África, em criar uma frente ampla para trazer o caos em todo o mundo e, na nova saga, atazanar a vida do novato Ethan Winters. O maior problema nem são os próprios zumbis, imagina se deparar com os Tyrants, Nemesis, os Cérberos e toda espécie alternativa? Só de pensar em passar perto de um canal e ter um jacaré morto-vivo ali me dá arrepios.

Guerra Mundial Z

Quando você vai encarar zumbis, a ideia principal é que são criaturas lentas e que, com um misto de estratégia e sorte, conseguirá passar por eles sem estar ameaçado. O maior problema é a quantidade deles. Porém, e se eles não fossem lentos e, pior, corressem bastante? Essa é a ideia de Guerra Mundial Z, onde os próprios além de correr muito, se organizam para invadir qualquer lugar possível.

Não adianta fugir ou se esconder, fazendo qualquer tipo de som já terá uma horda inteira dando o maior passo para te pegar. Veja bem, se nem mesmo Brad Pitt conseguiu dar conta disto no filme, quem dirá nós. E sem sombra de dúvidas o pior nem é isso, são eles organizados para chegar em qualquer lugar com a sua fome insaciável. Este é um daqueles que eu tenho certeza de que não sobreviveria.

Dying Light

E quem disse que Resident Evil tem os piores zumbis do mundo dos games? Dying Light, da Techland, veio aí para mostrar que tem coisas tão ruins quanto e a cidade onde os personagens estão presos pode dar a certeza que as coisas podiam ser piores. Durante o dia, temos a famosa horda andando por tudo que é lugar e ligada nos seus barulhos para devorar um cérebro.

Porém, de noite a coisa muda de posição. Eles são duas vezes mais resistente, velozes e há certos monstros que só saem neste período para caçar. Com um ambiente pessimamente iluminado e sem ter muito para onde fugir, você não vai querer estar longe dos abrigos quando anoitecer. Isso sem falar nas mutações, que conseguem ser ainda mais assustadoras e jogar até carros em cima de você. Terrível!

The Walking Dead

Apesar de ter surgido das HQs, a série The Walking Dead elevou a produção para um sucesso estrondoso na cultura nerd em todo o mundo. Com várias temporadas, spin-offs e uma jornada que já aniquilou grande parte de seu elenco, TWD não nos mostra nada que vá além dos zumbis habituais. Eles continuam aquele pesadelo lento e que anda em conjunto para aumentar ainda mais sua horda.

O problema deste universo, na verdade, nem são tanto os mortos-vivos. Você precisa tomar uma atenção redobrada em relação aos humanos que sobreviveram ao problema e que podem te dar ainda mais dor de cabeça do que as monstruosidades. Alguns buscam recursos, outros de liderar comunidades inteiras para serem submissos às suas vontades até ex-prisioneiros que desejam se aproveitar para cometer suas atrocidades sem serem pegos pelas garras da Justiça. Aí complica tudo.

Meu Namorado é um Zumbi

Esqueça tudo que falamos aqui e imagine por um segundo se os mortos-vivos começassem a obter consciência e, pior, se apaixonassem pela espécie humana. Seria algo inimaginável, mas foi exatamente o que ocorreu com R. Sendo chamado apenas desta forma, o coitado começou a ter uma crise existencial e decide se aproximar de nossa espécie, se tornando amigo de Julie.

Enquanto a paixão de R começa a afetar todos os zumbis que existem neste universo e outros passam a pensar por si, os humanos voltam a ameaçar essa evolução e decidem que o extermínio deles seria uma opção melhor. Cabe aos dois personagens mostrarem que estamos errados e apresentarem ao mundo o primeiro relacionamento entre nossa espécie e a deles. Apenas uma dica: não recomendamos tentar isso em casa, considerando que temos leis e penas que vão contra a necrofilia.

Ex-Heróis

A humanidade não está a salvo nem no mundo literário, com Ex-Heróis nos trazendo um misto de The Walking Dead e Marvel Zombies. A história de Peter Clines não vai muito além do que foi criado em outros materiais, com um surto de mortos-vivos dominando o mundo e um grupo de super-heróis organizando uma comunidade inteira dentro de Hollywood para impedir a invasão no local.

Além dos perigos de Legião, um vilão que consegue dominar a mente dos zumbis e expressar seu ódio, eles também descobrirão que um dos seus está envolvido no surgimento da doença que transformou grande parte da humanidade naquilo que conhecemos e tememos. Com perigos dentro e fora do lugar, a série mostra como fica o heroísmo longe de seu ponto de conforto e entrega grandes histórias.

Army of the Dead

Se você assistiu ao longa-metragem de Zack Snyder, sabe que os zumbis habituais nem são o maior problema que você vai encarar na sua frente. Assim como aquele tigre, que é perigoso demais, porém ainda é uma adversidade possível de contornar. A sua dor de cabeça vai começar de verdade quando entrar em Las Vegas e descobrir que há uma comunidade inteligente e pronta para causar o caos.

Aqueles que foram transformados pelo “original” trazem consigo uma inteligência fora do comum e se organizaram em castas para dominar toda a cidade. Com capacidades mais perigosas, a promessa é que não sobre nada sob os seus olhares. Além de serem extremamente perigosos, eles também podem procriar e fazer você trabalhar em dobro para sobreviver a este universo.

Zombieland

Em Zombieland, nenhum lugar é seguro o bastante e nem escapa da capacidade dos seus sobreviventes de fazer humor com o que tem em mãos. A trama mostra que esta jornada dominada por mortos-vivos não foi capaz de abater Columbus e suas várias regras para se sobressair às situações apresentadas pelo apocalipse. Tudo muda quando encontra companheiros que não estão nem aí para elas.

Aqui a lição dos zumbis é um pouco diferente do que acompanhou até aqui na lista, trazendo uma história sobre encontrar uma família e pessoas compatíveis fora de sua zona de conforto. Quem segue o caminho contrário da união em um cenário destes, infelizmente será devorado e se transformará em mais um que acabará morto embaixo do carro de Tallahassee. Pois é, não tem escapatória.

Train to Busan

Em todos os itens daqui podemos ver que o problema pode ser grandioso, mas que sempre há escapatória. Porém, quando você está preso com eles dentro de um trem e lá fora também está acontecendo o mesmo problema, o que fazer? Este é o tipo de história que ninguém gostaria de estar, o início de todo o apocalipse zumbi e suas consequências para quem tenta sobreviver.

Imagina apenas estar viajando e, subitamente, infectados começam a tomar o mundo todo e não haver lugar seguro. Para onde ir? E pior, o que fazer para garantir a sobrevivência de sua filha? Este é o drama do protagonista do filme, que se vê cada vez mais encurralado pelos zumbis e com a humanidade entrando em colapso ao seu redor. Será que todos conseguiríamos passar por isso?

Leia mais em Listas!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Star Wars: Galactic Cruiser, o hotel-passeio da Disney 5 Jogos em Pixel Art para Acompanhar Confira a crítica do filme Inititation Melhores Filmes de Suspense tensos e com reviravoltas Novos Jogos de Construção de Cidades para Acompanhar