Nerdizmo

Visite o esconderijo de Anne Frank em Realidade Virtual

Projeto recriou digitalmente os cômodos que abrigaram a jovem e sua família durante a Segunda Guerra Mundial

Visite o esconderijo de Anne Frank em Realidade Virtual

Projeto de Realidade Virtual recriou digitalmente o esconderijo de Anne Frank, onde ela e sua família se protegeram dos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial. Chamado de anexo secreto, o local era um depósito oculto que ficava nos fundos do prédio da empresa de seu pai em Amsterdã, na Holanda.

A iniciativa foi desenvolvida pelo museu oficial da Casa de Anne Frank em parceria com o desenvolvedor de jogos Force Field VR. O projeto leva os espectadores aos cômodos fielmente recriados que abrigaram oito judeus escondidos.

Foi no local que a adolescente escreveu seu diário íntimo e sincero que retratava a tensão da ameaça nazista, mais tarde publicado como um lembrete pungente dos horrores do Holocausto e amplamente lido pelo mundo inteiro.

Anne e sua família se refugiaram no abrigo de 6 de julho de 1942 até agosto de 1944, quando foram capturados pelos nazistas e levados ao campo de concentração de Auschwitz, na Polônia. As narrativas do diário acabam no dia da captura.

A jovem, com 15 anos, e sua irmã morreram de tifo no campo de Bergen-Belsen, na Alemanha, em 1945. O pai, Otto Frank, foi o único sobrevivente e quem publicou o diário da filha – 30 milhões de exemplares foram vendidos no mundo até hoje.

O tour começa em frente a uma estante que escondia a entrada do esconderijo. Com a câmera 360º desvendamos os cômodos e, ao clicar nos ícones em destaque, informações curiosas a partir dos escritos de Anne sobre a história que o local abrigou são revelados.

É possível imergir na atmosfera claustrofóbica da situação em que as pessoas viviam ali ao conhecer como hábitos do cotidiano eram limitados. Até o acesso ao banheiro, por exemplo, sendo permitido dar descarga apenas algumas vezes ao dia após às 9 da manhã, quando o pessoal do escritório já estava trabalhando.

No quarto improvisado de Anne, vemos a mesa com seus escritos, o binóculos na janela que ela usava para espiar a vida livre dos vizinhos e as decorações: as paredes eram repletas de fotos e pôsteres de paisagens, estrelas do cinema, membros da Família Real e artes – como a de O Pensador, de Auguste Rodin.

“Eu nunca pensei que vizinhos pudessem ser pessoas tão interessantes, pelo menos os nossos são”, escreve Anne em 28 de novembro de 1942 sobre o voyeurismo como arma contra o tédio.

O tour completo com citações do diário de Anne pode ser contemplado em 25 minutos. Acesse neste link.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Tecnologia
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Star Wars: Galactic Cruiser, o hotel-passeio da Disney 5 Jogos em Pixel Art para Acompanhar Confira a crítica do filme Inititation Melhores Filmes de Suspense tensos e com reviravoltas Novos Jogos de Construção de Cidades para Acompanhar