Nerdizmo

Submarino que sumiu era controlado com um joystick Logitech F710

Submarino que sumiu era controlado com um joystick Logitech F710

O submarino que sumiu no mar, em uma expedição para visitar os destroços do Titanic, era controlado por um joystick Logitech F710. Um dispositivo que custa cerca de R$ 320.

De acordo com o jornal The Mirror, que teve informações disso por meio de um vídeo de como o submarino da OceanGate funciona. O controle, no caso, teve algumas modificações para ser usado na embarcação.

Este submarino pode chegar a 4 mil metros de profundidade e atingir uma velocidade de 5,5 km/h. A estrutura é feita com fibra de carbono e titânio, segundo a empresa.

Amadorismo e falta de dispositivos de segurança

“Tudo parecia amador”, disse à TV Globo David Pongue, da CBS News, que já fez um passeio no veículo.

De acordo com o jornalista, a embarcação teve falhas de comunicação com a superfície e ficou perdido por duas horas e 30 minutos.

O passeio em questão tem um valor de US$ 250 mil para cada pessoa, o que dá pouco mais de R$ 1 milhão na cotação atual do dólar.

O passeio dura oito dias, no total, e o pacote também inclui opção de mergulho de oito horas até os destroços do Titanic, embarcação inglesa afundada em 1912 após se chocar contra um iceberg.

Além disso, o submarino não tem sistema de GPS, e se comunica por meio de satélites, via Starlink, empresa de Elon Musk. A comunicação era por meio de textos, sendo que o som não se propaga bem embaixo da água.

Após cerca de uma hora e quarenta e cinco minutos após ter saído para o passeio, não houve mais comunicação com a embarcação.

Vale lembrar que os destroços do Titanic ficam a 650 Km da costa do Canadá, e com uma profundidade de mais de 3 Km da superfície do mar.

Buscas para encontrar o submarino que sumiu continuam

Canadá e Estados Unidos continuam as buscas na costa sudeste canadense com navios e aviões. Segundo a Reuters, boias de sonar, que podem monitorar uma profundidade de 3.962 metros, também estão sendo utilizadas.

Na embarcação, estão um piloto e mais quatro pessoas: o bilionário Hamish Harding, o empresário Shahzada Dawood e seu filho, Suleman e o capitão da expedição Paul-Henry Nargeolet, considerado um dos maiores especialistas do naufrágio do Titanic.

Ainda não se sabe a identidade do quinto tripulante.

Segundo a Guarda Costeira, o submarino tenha entre 70 e 96 horas de oxigênio. Ou seja, até esta quinta-feira (22).

Veja mais sobre web!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Web
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments