Nerdizmo

Série de humor ácido Mulher Invisível está em produção pela Sony

Produção é inspirada no livro de Jeanne Ray

Série de humor satírico Mulher Invisível está em produção pela Sony

A Sony Pictures Television iniciou a produção do seriado Mulher Invisível, que é inspirado no romance de Jeanne Ray chamado de Calling Invisible Women.

O seriado terá como tema principal o mundo feminino e terá como roteirista e criadora da série Randi Mayem Singer (Mrs. Doubtfire, Tooth Fairy, Jack & Jill).

A história narra a vida de uma “mulher de certa idade que acorda um dia e percebe que ela está literalmente invisível, e logo nota que não está sozinha”.

Singer comentou sobre a série, dizendo: “Eu amo a ideia da invisibilidade como metáfora para mulheres que não são mais ‘vistas’ como quando eram jovens. A graça vem quando você junta os super poderes com uma crise de identidade.”

Veja mais detalhes sobre a história do livro “Chamando Mulher Invisível”:

Uma mãe de cinquenta e poucos anos, Clover sabe que não vira mais as cabeças como costumava fazer, e ela só sente falta quando o jantar não está na mesa na hora certa. Então Clover acorda uma manhã para descobrir que ela é invisível – verdadeiramente invisível. Ela entra em pânico ainda mais quando sua família não percebe nada. Sua melhor amiga imediatamente observa a mudança, o que alivia Clover imensamente – ela não está perdendo a cabeça, afinal! – mas ela fica arrasada ao perceber que nem seu marido, nem seus filhos jamais olham verdadeiramente para ela. Ela era invisível antes mesmo de saber disso.

Clover descobre que existem outras como ela, mulheres de certa idade que parecem ter desaparecido. Ao usar sua invisibilidade para conhecer melhor sua família e sua cidade, Clover lidera o caminho para ajudar mulheres invisíveis a serem reconhecidas e apreciadas, não importa qual seja seu papel. Inteligente e hilário, com indomáveis ​​personagens femininas, Calling Invisible Women vai agradar a qualquer um que já se sentiu invisível.

Não há ainda previsão para série ser lançada.

Já o livro, está disponível no Brasil apenas por na versão em inglês. Quem sabe alguma editora não se interesse em lança-lo por aqui, já que vai virar uma série.

Veja mais sobre séries e TV!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.