Nerdizmo

Kingdom Eighties | Review: Temática Stranger Things no clássico game de construção de base

O clássico game agora com uma nova roupagem

Kingdom Eighties | Review: Temática Stranger Things no clássico game de construção de base

Kingdom Eighties é um spin-off (expansão narrativa independente) no universo dos games da série Kingdom. Esse tipo de jogo consiste em construir bases, com microestratégia, defesa e exploração – enquanto os jogadores lutam contra a Ganância, que são os monstros do mal e descobrem segredos sua linhagem familiar.

O game é bastante curto, mas bem divertido de jogar. Para quem curte a temática de anos 80, muito interessante e agradável. Abaixo, vamos discorrer sobre os principais pontos que o game oferece.

O que Kingdom Eighties tem de melhor?

A jogabilidade clássica: A série Kingdom conquistou uma legião de fãs com seus jogos, trazendo uma jogabilidade simples e intuitiva. Com gráficos em 2D e perspectiva de plataforma, o jogador controla um personagem que precisa coletar ouro para desenvolver uma base. Essa base conta com postos de defesa, ataque, caça, construção e diversos outros elementos que ajudam a avançar na história, enquanto o reino cresce cada vez mais.

Aqui, a jogabilidade segue a mesma característica dos outros jogos da série, com a diferença da mudança de temática. O jogador coleta moedas e pode contratar ajuda para desempenhar as diversas tarefas que a base precisa para se manter em pé.

Temática dos anos 80: Diferente dos outros games, Kingdom Eighties não se passa em uma era medieval, mas sim traz uma temática dos anos 80, no bom estilo Stranger Things. Tem até a molecada de bicicleta como personagens, e você ao invés de controlar um imperador em um cavalo, controla um jovem em sua bike para realizar as tarefas e ações que o game oferece. Isso torna o game bem interessante, com uma nova roupagem e dá um novo atrativo para quem está acostumado com a série.

Jogo bem leve e tranquilo de jogar: O jogo é muito leve e tranquilo de jogar. Tanto no aspecto de processamento, quanto na jogabilidade e dificuldade. Qualquer pessoa facilmente pode aprender as mecânicas em pouco tempo, e aproveitar o máximo que o game oferece na tranquilidade. Não é um jogo que oferece muito desafio. E isso pode ser ótimo para quem procura algo mais casual.

O que poderia melhorar em Kingdom Eighties?

É muito curto: Algumas horas depois (cerca de 6 horas) e já deu para ver tudo o que o jogo tem a oferecer. É uma pena, porque os desenvolvedores dedicaram um tempo para desenvolver a história e o pano de fundo de toda a série. E tudo se conecta de ver as cutscenes.

Muito fácil: A dificuldade do jogo é diferente em comparação com outros títulos. O jogo avisa sobre isso e sugere que os veteranos joguem no nível mais difícil. Mas, mesmo assim, ele fica fácil. A dificuldade não é ajudada pelas torres mais poderosas e também fica desbalanceado também pelo personagem Wiz, que é muito forte. Parece que os desenvolvedores queriam fazer uma versão de Kingdom que fosse quase impossível de perder. Pode agradar jogadores mais casuais, porém.

Nossa conclusão

Kingdom Eighties é muito divertido de jogar e bem tranquilo. O jogo não tem medo de experimentar coisas novas, e o estilo único e mais linear dos níveis funcionou bem! É interessante pensar que a desenvolvedora pode expandir ainda mais a série com novos títulos e temáticas. As ideias são infinitas. Todo o tempo de gameplay oferece um charme e mantém entretido, e a gente fica querendo mais. É muito bom para quem curte games mais casuais ou tem pouco tempo para se aprofundar em histórias mais profundas ou um game mais denso.

##

Nota: 4/5

Mais sobre o game você encontra no site oficial.

Confira mais sobre games!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments