Nerdizmo

Gavião Arqueiro – Episódio 5 | Acerto no alvo

Gavião Arqueiro

O penúltimo episódio de Gavião Arqueiro chegou ao Disney+ definindo a série como uma das melhores do Universo Cinematográfico Marvel. Falo isso com a maior tranquilidade de um fã e de um espectador. As demais tiveram sua importância, mas todas pareciam serem criadas para se tornarem pontes para algo. Loki para o Multiverso. O Falcão e o Soldado Invernal para o próximo Capitão América. Wandavision para os eventos que veremos no próximo filme do Doutor Estranho. Caso tenha assistido, você sabe bem que a sensação no fim foi exatamente esta.

Não dá para negar que existe um “grande plano” por trás de tudo, com todos os fios sendo puxados por Kevin Feige. Porém, se tem um lugar onde isso não aparenta ter tanto impacto é na aventura de Clint Barton. Quem acompanhou os últimos episódios sabe que o herói teve um passado conturbado e o enredo parece se apoiar inteiramente nele. Existem personagens que terão importância no futuro, nós sabemos. Kate Bishop, Yelena Belova e um certo vilão que aparece no quinto capítulo. Porém, continuam com os pés-no-chão e temos a ameaça de Eco, Gangue do Agasalho e da família Bishop como o principal destaque.

Pelo visto, a Marvel encontrou em Gavião Arqueiro o tom certeiro para dar um destaque merecido ao personagem e manterem os planos, sem ter algo tão escancarado como as demais produções. Neste episódio, Kate retorna para casa desolada por ter sido expulsa da trilha de Clint Barton. Mais para o bem dela do que por ser inútil, vamos combinar. Porém, de fora que ela desvenda alguns dos grandes mistérios e cria laços que definirão tanto o fim da série quanto o seu futuro neste grande cenário.

Yelena Belova começará a aparecer bem mais, pode apostar nisso

Os caminhos do Gavião Arqueiro

O herói enfrenta dificuldades após ser alvejado por uma Viúva Negra, o que torna as coisas ainda mais complicadas para a sua vida. Se Yelena estava caçando ele, é porque alguém a contratou para isso. Isso gera um dos diálogos mais difíceis da série, no momento que ele liga para a sua esposa e falam abertamente sobre o assunto. Devo os parabéns ao Jeremy Renner e à Linda Cardelinni, que passam o exato sentimento de uma DR que envolve parceria de ambos os lados e preocupação. Não há um alívio cômico ali ou qualquer coisa que apele demais ao drama. Como dizem no Twitter, “entregaram tudo”.

Falando em entregas, devo dizer que a Marvel finalmente nos mostrou o que a irmã de Natasha Romanoff fez de sua vida durante o filme solo da heroína e a série Gavião Arqueiro. Dá para entender o nervosismo dela em querer assassinar o personagem e sua angústia de não poder estar próxima à Viúva Negra nos momentos finais de sua vida. Alguns diálogos mostram que ela chegou para ficar nesta grande franquia e já conta inclusive com uma aliança que vai dar o que falar na internet. Não entregarei os spoilers aqui, mas bastará abrir qualquer rede social hoje e verá uma chuva de declarações sobre isso lá.

Apesar de termos cenas de luta impressionantes, diálogos que são muito importantes para o grand finale na semana que vem e todo o futuro deste núcleo no UCM e um grande impacto no final, o destaque voltou para as mãos de Kate Bishop. Ver como toda a trama está se amarrando nela e em Clint ressalta a sua importância e no caminho que ela tomará daqui em diante. E devo afirmar para vocês, este trajeto parece que será brilhante e cheio de momentos marcantes.

Clint e Laura falam abertamente sobre seus problemas

E tudo isso volta a bater na tecla do maior perigo que todos tentam evitar desde o primeiro episódio. Há um personagem, o tio da Eco, que está controlando todos os fatores desde antes da série começar e admito que me surpreendeu o tamanho da ameaça que representa. Dá para entender a razão de colocá-lo no caminho do Gavião Arqueiro, um Vingador e que não esperava nada menos do que um dos membros oficiais do grupo para encarar isso de frente.

Mesmo que a série não coloque o herói contra o grande vilão, acredito que será algo que não vai demorar muito para reaparecer no Universo Cinematográfico Marvel. Vamos combinar, com várias vertentes criminosas surgindo como a organização Dez Anéis nas mãos de Xialing e Sharon Carter assumindo o tráfico de segredos governamentais, falta um certo personagem para se impor e mostrar que este mundo tomado por super-heróis não é bagunça. E pode ter certeza que ele surgirá, mais cedo ou mais tarde.

Essa dupla ainda vai encarar muita coisa no episódio final

O fim está próximo

Falta apenas um episódio para tudo se resolver, apesar de que sabemos que os eventos de Gavião Arqueiro vão se estender para um futuro próximo. Até aqui, compreendemos que Kate Bishop não substituirá o herói de imediato e falta um longo caminho para isso acontecer. Também sabemos que Eco terá uma série solo, o que pode nos apresentar devidamente ao seu tio e fomentar o núcleo urbano dentro das telinhas e telonas. Yelena também sabe mais do que demonstra e parece estar completamente mergulhada no submundo, conhecendo os maiores perigos que serão vistos nas próximas produções.

Nada disso será resolvido no capítulo 6 disso, então não esperem por um ponto final nisso. Por mais que a trama esteja consolidada e não tenha um grande foco no futuro, como eu falei, é impossível não deixarem pontas soltas para serem aproveitadas. Porém, não se enganem, veremos um desfecho digno para o legado deixado por Ronin, para o fim do conflito entre Clint e a Gangue do Agasalho, assim como um último encontro entre o herói e a atual Viúva Negra para estabelecer ao menos uma relação de respeito entre os dois. Quem sabe um diálogo bom entre eles, Marvel, eu nunca te pedi nada…

Mentira, já pedi sim, mas vocês entenderam. Assim como o Gavião Arqueiro tem esses problemas para encarar, Kate também não escapará de resolver alguns assuntos no fim de tudo. Sua família não é nada do que parecia e nem mesmo uma certa prisão vai deixar as coisas por encerradas. A investigação do assassinato do velho Duquesne não foi esquecida e segue a todo vapor, se interlaçando com todo o perigo enfrentado pelo próprio herói. Matar dois coelhos com uma flecha só que dizem, não é?

Não se preocupem, a trama de Ronin não foi deixada de lado

No fim das contas, está sendo muito satisfatório assistir ao seriado. Podemos ver até alguma baboseira na Disney+ na próxima semana, algo que saia um pouco do tom, mas se dos seis episódios tivemos cinco muito bons e que estabeleceram bem um dos Vingadores mais deixados de lado e mostraram que ele é apenas um humano comum entre deuses, já está de ótimo grau. Os altos e baixos das séries anteriores me deixaram temoroso, mas acertaram no alvo quando produziram esta.

Agora só nos resta aguardar pelo grand finale e, se na crítica da semana passada eu afirmei que o fim era previsível, venho me retratar publicamente e dizer que estava enganado. Kevin Feige mostrou que ainda tem alguns coelhos para tirar da cartola e aumentou ainda mais as minhas expectativas para o que será visto tanto no próximo episódio quanto no futuro destes personagens.

Gavião Arqueiro é exibido todas as quartas-feiras através da Disney+, a partir das 5h. Veja mais críticas de filmes e séries!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Star Wars: Galactic Cruiser, o hotel-passeio da Disney 5 Jogos em Pixel Art para Acompanhar Confira a crítica do filme Inititation Melhores Filmes de Suspense tensos e com reviravoltas Novos Jogos de Construção de Cidades para Acompanhar