Nerdizmo

Como é viver em cubículos no mercado imobiliário mais caro do mundo

Hong Kong é o local com o mercado imobiliário mais caro do mundo. E, por oito anos seguidos, foi ranqueado como o menos acessível mercado de moradia do planeta.

Mesmo assim, o valor pelo metro quadrado dos prédios e locais para morar lá não param de aumentar. E esse aumento força ao povo de Hong Kong a se espremerem em verdadeiros cubículos. Espaços pequenos que afetam diretamente a saúde e a qualidade de vida.

Milhares de pessoas da cidade vivem em ambientes que variam entre sete até 13 metros quadrados. Para termos uma ideia, uma vaga comum de carro em estacionamentos tem mais ou menos 14 metros quadrados.

Em casos mais extremos, essas pessoas vivem até em espaços equivalentes à de um caixão.

O pessoal do programa Vox Borders visitou esses espaços e mostra como eles são.

Confira.

Hong Kong: o mercado imobiliário mais caro do mundo

 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Tags:
Categorias:
Sociedade
Novos Jogos de Construção de Cidades para Acompanhar Casas na caverna estilo toca de Hobbit 5 lições que aprendemos com o Professor Polvo Star Wars: the Bad Batch ganha pôster