Nerdizmo

Onrush | Review – Ação arcade frenética e divertida embalada por excelente trilha sonora

Onrush é daqueles jogos inovadores que traz uma proposta diferente das convencionais. Uma espécie de mistura de corridas de carro com jogos de combate. Dedicação total ao estilo ARCADE, para o deleite dos jogadores que curtem uma ação desenfreada de um jogo casual.

Rápido, emocionante e divertido, o game já começa em ritmo acelerado ensinando os básicos. Acelerar, brecar, usar o turbo e devastar os carros oponentes.

Não há linha de chegada. Apenas saltos, derrapadas e muita destruição.

Logo de início, o game avisa, totalmente em português, que se trata de um trabalho em equipe. Significa que você trabalha em conjunto com outros corredores/combatentes para vencer a equipe adversária, em um estilo altamente competitivo.

Com um visual muito bem-acabado e 12 pistas distintas com um design atraente e divertido, o jogador escolhe um dos personagens disponíveis e um carro (de oito tipos diferentes) para participar de corridas 6 vs 6 ou 4 vs 4.

Os modos se diversificam entre coletar pontos com batidas, abates de adversários, manobras, até uma espécie de corrida contra o tempo em que o jogador precisa passar por portões para coletar mais alguns segundos que a equipe adversária e deixá-los para trás.

O destaque está na dinâmica. Trata-se de um jogo rápido e intuitivo. Tudo flui muito bem, e você logo passa horas se divertindo entre as dezenas de missões que o jogo oferece para a campanha principal de um jogador ou disputando em partidas online.

A cada nível conquistado, uma caixa de equipamentos é dada de prêmio. Aí você consegue mudar o visual dos carros, dos personagens e mais algumas opções de customização da conta, como placas de usuário e tarjas e identificação.

A jogabilidade fica mais interessante pelo fato de cada carro ter um estilo e poderes próprios. Uns são mais casca-grossa e servem como verdadeiros tanques de guerra, outros são mais ágeis ou frágeis, como as motos.

Tudo gira em torno de conseguir e usar turbo para vencer os objetivos e destruir carros da equipe oponente. E a ação acontece embarcada em uma trilha sonora empolgante, hora com músicas de rock, hora com um punk moderno ou até música eletrônica. Todas elas com um estilo que tem tudo a ver com o game.

Entre os pontos negativos, que não são muitos, estão a demora em renascer depois de uma batida. Como o game é muito rápido, a espera para voltar a correr depois de uma colisão se torna um tanto frustrante. Tira um pouco da adrenalina.

Essa demora infelizmente também se estende para a tela pós-corrida, onde aparecem os melhores jogadores e a contagem de experiência adquirida. Não dá para pular e partir logo para a próxima. Algo que poderia ter mais agilidade para um jogo tão frenético.

Outro ponto é que às vezes você terá tanta velocidade e coisas acontecendo na tela, que nem sempre vai conseguir diferenciar tudo. E vira um emaranhado de cores. Você apenas segue o fluxo e continua até conseguir se estabelecer novamente. No entanto, isso não se torna um problema grave, já que são poucos os momentos com essa “confusão”.

Por fim, trata-se de um jogo um tanto repetitivo. Depois de algumas horas – especialmente de completar a campanha (que dura cerca de oito a dez horas) e jogar algumas partidas online, provavelmente você vai deixa-lo um pouco de lado.

De qualquer forma, é um título que você sempre vai querer curtir quando precisar um pouco de adrenalina, ou para dar um “gás” no ânimo.

Onrush é com certeza uma excelente experiência como game e diversão casual. Traz diversão rápida e prática, sem muita enrolação ou profundidade. Você está lá em um campo de batalha motorizado e seu objetivo e mergulhar em extrema velocidade e destruir tudo a sua volta. Ponto. E isso é o bastante para ser um excelente game. Cumpre totalmente com a sua proposta, consegue inovar e é uma ótima opção para quando você simplesmente quer curtir sem qualquer compromisso.

Vídeo do Gameplay

https://youtu.be/Ej2CG-nZ7a8

Fecha Técnica: Onrush

Desenvolvedora Codemasters
Editora Deep Silver
Director Paul Rustchynsky
Platformas PlayStation 4, Xbox One, Windows
Lançamento
  • PlayStation 4Xbox One
  • 5 de Junho de 2018

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Tags:
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Star Wars: Galactic Cruiser, o hotel-passeio da Disney 5 Jogos em Pixel Art para Acompanhar Confira a crítica do filme Inititation Melhores Filmes de Suspense tensos e com reviravoltas Novos Jogos de Construção de Cidades para Acompanhar