Nerdizmo

Vikings: Porque Ragnar fica em silêncio no final da Temporada 2

Personagem apenas reza o pai nosso durante o episódio

Vikings: Porque Ragnar fica em silêncio no final da Temporada 2

A série Vikings é um grande sucesso mundial. Depois de seis temporadas, a Netflix até comprou os direitos para continuar a série como um spin-off. E grande parte do seriado acompanhou a figura histórica Ragnar Lothbrok – também conhecido como Ragnar Calças Peludas.

O que muita gente não tinha notado, porém, é que Ragnar fica em silêncio durante todo o episódio final da segunda temporada – com exceção de apenas uma cena. Mas porque isso aconteceu?

Bem, vamos discorrer sobre isso.

Ragnar fica em silêncio em episódio de Vikings

Como o resto dos episódios, este que foi chamado de “A Oração do Senhor”, foi escrito por Michael Hirst, o criador da série.

A história acompanha o Rei Horik (Donal Logue) quando chega em Kattegat e revela seu plano para matar Ragnar e sua família.

Ele chega a recrutar e Floki depois que ele provou sua lealdade. Floki havia sido encarregado de matar Bjorn, e Siggy pediu para matar os filhos pequenos de Ragnar e foi prometida a se tornar a segunda esposa de Horik se fizesse isso.

Mas Floki e Siggy, na verdade, estavam do lado de Ragnar e contaram a ele tudo sobre os planos de Horik, levando à sua morte e à da maioria de sua tripulação.

Com Horik morto, Ragnar se tornou rei, e o episódio terminou com ele em um penhasco com a “Espada do Rei” de Horik, olhando seu novo reino.

Como muitas coisas acontecem durante o episódio, nós facilmente esquecemos ou nem percebemos que Ragnar não fala durante os eventos. Exceto quando Athelstan lhe ensina o Pai Nosso.

Vikings: Porque Ragnar fica em silêncio no final da Temporada 2

Embora Hirst tenha escrito o episódio, não foi ideia dele que Ragnar permanecesse em silêncio durante a maior parte do episódio. Em uma entrevista com a EW em 2014, Hirst revelou que foi ideia de Travis Fimmel (o ator que interpreta Ragnar) fazer o personagem não dizer nada no final da 2ª temporada dos Vikings, exceto a oração do título do capítulo.

Hirst compartilhou que ele e Fimmel discutiram todos os roteiros, e quando chegou ao final da 2ª temporada, Fimmel disse que tudo o que ele queria que Ragnar dissesse era o Pai Nosso, mesmo que o personagem tivesse muitas falas. Hirst gostou da ideia e assim foi feito, com Bjorn dizendo algumas das linhas originalmente escritas para Ragnar.

Ragnar fica em silêncio e isso aumentou a tensão no episódio. E o criador da série diz que há algo especial no líder Viking apenas falando para rezar o pai nosso. É importante lembrar que o personagem mudou muito suas crenças ao longo do seriado.

Isso também fala muito sobre o talento, tanto de Hirst quanto de Fimmel, ao realizar este ótimo seriado.

Veja mais sobre Vikings!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Tags:
Confira a crítica do filme Inititation Melhores Filmes de Suspense tensos e com reviravoltas Novos Jogos de Construção de Cidades para Acompanhar Casas na caverna estilo toca de Hobbit 5 lições que aprendemos com o Professor Polvo