Nerdizmo

Um vídeo de Lampião Colorido em FullHD e 120 FPS

O trabalho de colorir ficou muito legal, e parece que o vídeo é bem mais novo do que realmente é

Um vídeo de Lampião Colorido em FullHD e 120 FPS

Este é um vídeo de Lampião Colorido usando um método de colorização por Iteligência Artificial e Deep Learning. Uma criação de Marllus Lustosa.

O vídeo mostra o grupo de cangaceiros liderado por Lampião enquanto um cineasta e documentarista inglês caminhava com o grupo por um mês para registrar algumas imagens deles.

O trabalho de colorir ficou muito legal, e parece que o vídeo é bem mais novo do que realmente é – foi filmado originalmente entre 1936 e 1937.

As imagens mostram Lampião e seus homens, assim como Maria Bonita, na mata, armados, com as vestimentas características. Um registro histórico muito interessante de conferir.

Em uma época de pobreza e miséria no nordeste brasileiro, especialmente pela ascensão da elite e subjugação dos ricos perante os pobres, a sobrevivência era muito difícil. Por isso, muitos se aderiam ao Cangaço, com um preço alto a se pagar.

Como um dos comentários no vídeo diz:

A partir dali essas pessoas viveram uma vida de guerra, e a possibilidade da morte a qualquer momento. Ser cangaceiro, muitas vezes, representava um ato de rebeldia contra a opressão.

Por isso, a tropa caminhava sempre perfumada, cantando canções do sertão, orgulhosos de sua cultura sertaneja, e ostentando a riqueza que tomavam dos opressores. Desta forma, um olhar sobre o universo cultural, que tem origem no povo sertanejo, mas atinge proporções grandiosas sob o fenômeno do Cangaço, nos mostra uma condição mais profunda do povo brasileiro; revela uma cultura rica, colorida, espetaculosa que é abafada pelo contínuo cinza da exploração. Não é possível reduzir o Cangaço a um simples fenômeno de banditismo social, Cangaço foi expressão, cultura, descoberta, violência, aprendizado e uma lição sobre um povo rico e valoroso.

‘Porem eram homens duros, de coragem sobre-humana e de inacreditável crueldade. Astutos, desconfiados e ágeis como víboras, muitos deles de grande sabedoria e inteligência popular”. Lampião foi perverso, calculista, inaugurando a era do cangaço sem ética, que nada e a ninguém poupava, fossem velhos, mulheres, crianças ou pobres que cruzavam em seu sangrento caminho’.

Veja o vídeo de Lampião Colorido

Veja mais sobre história!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.