Terno blindado e flexível de John Wick já é realidade - Nerdizmo
Nerdizmo

Terno blindado e flexível de John Wick já é realidade

Cientistas inventam nova molécula, que permite a confecção de coletes balísticos e roupas resistentes a balas com conforto, durabilidade e baixo peso

Terno blindado e flexível de John Wick já é realidade

Sucesso nos cinemas, John Wick 4: Baba Yaga tem uma cena icônica na qual o protagonista, interpretado por Keanu Reeves, usa um terno estiloso, capaz de protegê-lo de tiros e, ao mesmo tempo, leve e flexível para não atrapalhar seus movimentos. Neste caso, a ficção mistura-se à realidade: cientistas inventaram recentemente um material com essas características. Ou seja, o terno blindado e flexível de John Wick se tornou realidade.

Nas telinhas, o terno que John Wick recebe tem fibras de Kevlar, um material cinco vezes mais resistente que o aço, desenvolvido pela multinacional DuPont na década de 60 que até hoje protege pessoas e veículos, de coletes balísticos e blindagens de tanques. Na vida real, o Kevlar já permitia a confecção de ternos blindados; agora, cientistas da empresa inventaram uma nova molécula, que permite atingir uma qualidade muito maior na confecção de ternos blindados.

“Essa fibra, que passamos a chamar de Kevlar EXO e é uma tecnologia exclusiva, será um grande abridor de portas no mercado de moda. Essa invenção tornará possível a confecção de roupas com alta proteção balística, sem deixar de lado o conforto e o estilo”, afirma Marcelo Fonseca, líder do segmento de Defesa da DuPont América Latina.

“É claro que o que se mostra no filme é uma ficção, uma vez que não existe nada que resista a tantos disparos sem falhar. Mas essa nova molécula permite atingirmos níveis nunca antes alcançados para que a blindagem passe despercebida em um terno, por ser muito mais confortável e ajustar melhor ao corpo”, diz Fonseca.

Hacksmith Industries, youtuber canadense, demonstrou, em um vídeo publicado no dia 23 de março em seu canal, que é possível criar um terno similar ao utilizado por John Wick, utilizando o Kevlar®. “Com a chegada da nova tecnologia, ainda mais leve e flexível, isso será ainda mais fácil, viável e rentável”, afirma Fonseca.

Segundo ele, já há marcas, no Brasil, interessadas na confecção de roupas resistentes a balas.

“O mercado de proteção civil é bem regulado, por isso, essas empresas ainda buscam a certificação do Exército Brasileiro para poderem realizar a comercialização em solo nacional. É um passo a mais no nosso perfil de proteção em três pilares: a segurança privada, a policial e das Forças Armadas e, agora, o público civil individual”, conclui o executivo da DuPont.

Terno blindado de John Wick também protege contra chamas

A nova fibra de aramida oferece não só o mais alto desempenho balístico, como também contra chamas e calor, suportando temperaturas de até 500º C, sem prejudicar a flexibilidade máxima e leveza da peça.

“Dá um pouco de trabalho para vender no varejo. Quem fabrica, quem vende e quem compra precisam de permissões. O cliente vai entrar na loja, provar o item, aprovar e, depois, terá que entregar uma série de documentações para ficar com a peça. A indústria da moda precisa entender isso. Quando toda a engenhosidade que temos for colocada em prática, o Brasil tem tudo para fazer com que isso funcione”, diz Fonseca.

Veja mais sobre mundo geek!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
CinemaMundo Geek

All Comments

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Fábio Jr
Fábio Jr
9 meses atrás

Quanto custa esse terno balístico ?

Jonnathan
Jonnathan
5 meses atrás

A prova de bala, mas nao de faca?