Nerdizmo

Superman morreria ou ficaria mais poderoso se fosse lançado ao sol?

Os poderes do herói vem da estrela, mas será que ela é capaz de causar danos a ele?

Superman morreria ou ficaria mais poderoso se fosse lançado ao sol?

Eis uma dúvida que eventualmente pode surgir na cabeça de um nerd: Superman morreria ao ser lançado diretamente no centro do Sol? Ou seria ao contrário, ele fortaleceria seus poderes e ficaria ainda mais forte?

Para responder isso, primeiro vamos refletir sobre como os poderes do herói funcionam. Que, na verdade, eles vêm diretamente do Sol terrestre.

As estrelas são gigantescas máquinas de fusão nuclear que despedaçam átomos. O sol da Terra transforma o hidrogênio em hélio por meio de um processo intenso que produz a luz solar.

Esses raios fortalecem as células kryptonianas do Superman, dando a ele uma variedade de poderes. Mais ou menos como se ele fizesse fotossíntese, da mesma maneira que as plantas, para absorver os seus poderes.

Em seu planeta natal, Krypton, Kal-El seria uma pessoa normal graças ao sol vermelho que Krypton orbitava. Mas na Terra, ele pode voar, usar uma velocidade exorbitante, disparar lasers de seus olhos e levantar o que quiser.

Mas e se ele abraçasse o núcleo da fonte de seus poderes, o equivalente a 3,9×10²⁶ watts de energia?

Superman morreria?

Para responder isso, a gente tem que pensar sobre o Superman de qual era. Na era de Prata, por exemplo, ele era capaz de transportar vários planetas, tinha até telepatia (mesmo que apenas por telefone) ventriloquismo, telecinesia ou basicamente qualquer habilidade aprendida que alguém pudesse imaginar adicionar o prefixo “super”.

Várias vezes o Superman foi jogado perto ou voado ao lado do sol e ficou muito mais forte graças ao seu relacionamento próximo com a estrela.

Sempre que ele fica exaurido pelo uso excessivo de seus poderes ou espancado até seu limite (digamos, por outro kryptoniano como Zod), Superman precisa se aquecer no sol para se curar. Quanto mais perto ele chega do sol, maior o efeito de cura.

O herói foi sobrecarregado pelo sol várias vezes, portanto a gente imagina que os efeitos de cura sobre ele não dariam espaço para o dano. Ele é invulnerável, desde que suprido pelo Sol.

Bombas nucleares, magia e criptonita o afetam. E mesmo que o sol gere muita energia nuclear, a maior parte dela está no centro da estrela, onde toda a fusão acontece. Superficialmente, o Superman provavelmente se sentiria um pouco suado, mas no geral seria fortalecido.

Na era mais recente do Superman, ele também ficaria bem. Durante o evento DC One Million, Superman construiu uma base secreta no centro do sol e passou tanto tempo lá que literalmente virou ouro. Seus poderes não chegaram ao ápice como na absurda Era de Prata, mas ele ainda é uma força invencível. Na maioria das eras do herói, ele poderia carregar o Sol nas costas e ficar tranquilo.

Veja mais sobre Mundo Geek!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Confira a crítica do filme Inititation Melhores Filmes de Suspense tensos e com reviravoltas Novos Jogos de Construção de Cidades para Acompanhar Casas na caverna estilo toca de Hobbit 5 lições que aprendemos com o Professor Polvo