Nerdizmo

O Livro de Boba Fett – Episódio 1 | Mais que um spin-off

O Livro de Boba Fett

Finalmente pudemos assistir ao seriado O Livro de Boba Fett, qual marca o primeiro conteúdo próprio de um dos personagens mais queridos da trilogia original. Muitas dúvidas ficaram para aqueles que viram o seu derradeiro fim em O Retorno de Jedi e sua enigmática aparição em O Mandaloriano e, obviamente, o diretor Jon Favreau iria manter os fãs presos na cadeira até isso se solucionar, no mínimo.

Apesar de ter sido um excelente episódio, cheio de ação e mostrando algumas respostas para quem acompanhou até agora, é inegável que a estrutura é semelhante às primeiras temporadas de Arrow. Digo isso comparando de forma positiva, antes que isso te desanime. A trama é dividida em duas partes, enquanto uma traz o caça-recompensas tentando se manter no patamar de Jabba, o Hutt e Bib Fortuna, comandando o crime organizado de Tatooine, outra mostrará como ele sobreviveu aos perigos do planeta no passado.

Vamos ser sinceros, no início isto funcionou muito bem para o próprio Arqueiro Verde na CW e a repetição da fórmula pode dar certo ao nosso novo protagonista. Porém, ao começar O Livro de Boba Fett, tenha em mente que só teremos um vislumbre da trama completa no último episódio. É assim que a estrutura trabalha, no decorrer dos episódios vemos o passado e o presente se interligando cada vez mais até descobrirmos um elemento que vai impactar ambas as linhas do tempo.

Teremos algumas respostas, mas outras só no fim da temporada

Monstros e Ninjas

Então, no que a série chama atenção? Ela pega esses elementos e insere dentro do vasto universo de Star Wars, que garante um deleite para qualquer fã que se preze. Alguém sabia da existência de pseudo-ninjas dentro desta realidade? Pois eu fui pego completamente de surpresa ao ver o anti-herói confrontando uma legião deles junto aos seus aliados. Ouso dizer que até o mais experiente jedi teria trabalho contra eles, vendo uma verdadeira demonstração do quanto isso pode ser expandido.

E estes não são os únicos seres inéditos que aparecem em O Livro de Boba Fett, também revelando novos monstros morando nas areias de Tatooine, assim como outros antigos que voltarão a aparecer durante os episódios. Pelo visto ninguém teve medo de utilizar cenas e personagens antigos para criar uma história inédita e é bom ver que existe uma certa coragem da produção de se aventurar onde o seu público defende com unhas e dentes. Até acredito que verei certo choro no Twitter, mas no geral o resultado é positivo.

Os aliados de Boba Fett são importantes para a trama

Como o personagem só recupera sua armadura na segunda temporada de O Mandaloriano, todas as cenas do passado mostram ele lutando com mãos e pés e isso diferencia bastante do seu estilo de combate. Ele demonstra claramente que é mais do que um simples mercenário e que não precisa do seu clássico equipamento para sobreviver. Já no presente, ao menos neste primeiro episódio não o mostra tanto utilizando seu potencial máximo. Talvez estejam deixando para vermos em batalhas mais elaboradas nos próximos.

E semelhante a qualquer outro produto da franquia, O Livro de Boba Fett também demonstra o lado político qual o protagonista se encontra. Se Jabba comandava pelo medo, sua decisão é fazer o contrário e mostrar sua liderança através do respeito. Pelo visto será um longo caminho, já que nem a prefeitura de Tatooine ou os demais criminosos não tem o menor pudor de atacá-lo em toda situação que uma brecha se abre. Isso fará bastante diferença no ritmo, considerando que o mercenário não quer dar uma de Han Solo e ser o primeiro a atirar.

Apesar de ser importante, o primeiro episódio não mostra muito de Fennec

O Livro de Boba Fett não é um spin-off

Porém, o que é mais importante do que tudo isso é que o seriado não será um simples spin-off de Star Wars ou das aventuras de Baby Yoda. Parece que algo bem sério será apresentado aqui, o que pode entregar diversas surpresas até o fim de sua temporada. Por mais que Jabba fosse um oponente ridículo, sua presença era reconhecida e ver o caçador de recompensas conquistar este lugar pode ser algo mais interessante do que todos tem esperado.

Vale lembrar do quanto as expectativas de O Livro de Boba Fett estavam altas antes da estreia, do quanto o personagem é aclamado pelo público desde a primeira trilogia e até da sua importância dentro da franquia. Sendo bem sincero, por tudo que vi do episódio e por ter acompanhado os passos do diretor Jon Favreau e da Disney, não acredito que ele seria trazido de volta assim sem terem um grande plano para o seu futuro ou para os próximos passos que este universo vai caminhar.

Vale lembrar que tanto ela quanto O Mandaloriano se passam entre O Retorno de Jedi e O Despertar da Força, o que torna as coisas ainda mais enigmáticas. Não só porque não sabemos exatamente como as coisas escalaram para a ascensão do Império novamente ou por termos ainda muitas tramas em aberto que não foram explicadas nos últimos três filmes. Porém, podem escrever, tem algo por aí que está escondendo ligações com a tal nova trilogia que diz a lenda estar sendo desenvolvida.

Não pense ver vegetação assim, a série se passa apenas no deserto de Tatooine

A própria Disney já admitiu estar trabalhando em projetos pensando nisso, assim como temos uma eterna dança das cadeiras pela busca de roteiristas e diretores que encarem o desafio. É difícil colocarmos este peso com apenas um episódio de O Livro de Boba Fett, mas você também deve levar em conta o quanto estão aderindo às ideias de universo compartilhado e replicando nas demais mídias. Se Star Wars eram só os filmes e pronto, agora temos animações, séries, filmes e diversos outros materiais para compreender 100% do que está rolando e para onde isso vai levar.

E enquanto uma das séries tem o carisma de Grogu para te levar adiante, esta ainda não mostrou nada tão agradável quanto o pequeno bebê Yoda na tela. Aqui a pegada parece diferente, com um lado mais feio e grosseiro da franquia. O Livro de Boba Fett traz tanto o personagem quanto Fennec Shand sujando suas mãos e criando aberturas para se tornarem cada vez mais influentes dentro de um planeta que já é um símbolo para os fãs de Star Wars. Agora se os dois sóis vão brilhar para eles, aí já são outros quinhentos.

Se você curtiu o trabalho de Jon Favreu à frente do O Mandaloriano e dessa nova abordagem utilizada na Disney+, recomendo que assista ao episódio e se mantenha alerta. A aventura promete bastante e pelo visto o mercenário não vai deixar pedra sobre pedra para os seus inimigos. Seja lá quem eles sejam, Boba Fett abrirá caminho por eles em direção ao futuro.

O Livro de Boba Fett é exibido todas as quartas-feiras através da Disney+, a partir das 5h. Veja mais críticas de filmes e séries!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Star Wars: Galactic Cruiser, o hotel-passeio da Disney 5 Jogos em Pixel Art para Acompanhar Confira a crítica do filme Inititation Melhores Filmes de Suspense tensos e com reviravoltas Novos Jogos de Construção de Cidades para Acompanhar