Nerdizmo

Gato sem Rabo: uma livraria com apenas obras escritas por mulheres

Espaço é dedicado a textos e livros de grandes escritoras da história

Gato sem Rabo é a primeira livraria de SP com apenas obras escritas por mulheres

São Paulo agora tem uma livraria dedicada a obras escritas apenas por mulheres. A Gato Sem Rabo – que tem seu nome inspirado em um texto de Virginia Woolf (1882-1941), foi inaugurada na Vila Buarque, no centro da cidade, próxima ao minhocão, o Viaduto Costa e Silva.

O catálogo do local “propõe um recorte de mundo, entre muitos possíveis, no qual as mulheres estão no centro do debate, da publicação e da leitura”.

São diversos tipos e gêneros literários, com uma curadoria cuidadosa de cada título que aparece por lá.

A livraria ainda diz que “acolhe a comunidade e contribui com rodas de leitura, discussões de clássicos e lançamentos, bem como encontros para os amantes dos livros”, sempre com o intuito de “abrir espaço para que os escritos de mulheres não sejam esquecidos ou deixados à margem do diálogo literário”.

Gato sem Rabo agora entrega, mas em breve terá loja física

Como estamos em época de pandemia e isolamento, no momento a livraria atende por encomenda, via WhatsApp, com entrega na cidade de São Paulo. Funciona das 11h às 17h.

Em breve haverá uma loja física no endereço Rua Amaral Gurgel, 338 – Vila Buarque.

Para quem quer acompanhar, e inclusive ter dicas de leitura ou conhecer mais sobre o mundo literário criado por mulheres, vale a pena conferir o Instagram deles, @gato.sem.rabo.

É uma excelente notícia. Não só porque tem o foco em textos e obras de grandes mulheres da história, mas também porque é a abertura de uma nova livraria.

E inclusive pode servir de inspiração para outros locais seguirem o exemplo.

Veja mais sobre Livros e HQs!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Confira a crítica do filme Inititation Melhores Filmes de Suspense tensos e com reviravoltas Novos Jogos de Construção de Cidades para Acompanhar Casas na caverna estilo toca de Hobbit 5 lições que aprendemos com o Professor Polvo