Nerdizmo

Filmes que você quer fingir que nunca existiram

Filmes

Alguns filmes nos tocam e mostram o melhor que o mercado geek tem a oferecer. Outros, putz, melhor esquecer e fingir que foram histerias coletivas. Porém, não vamos deixar você perder a memória tão facilmente assim e listamos aqueles que ninguém admite que gostou. Isso não significam que são de todo ruim, apenas que seria melhor se ficassem lá no passado mesmo, não é?

E as razões para isso são inúmeras: desde erros da produção ou da direção da história até o elenco, nem sempre dá para acertar todas. Infelizmente, errar todas dá sim e alguns destes longa-metragens capricharam para conquistar o ódio de uma legião inteira de fãs. Sem mais delongas, vamos ver quais são as piores opções para assistir neste fim de ano ou as melhores caso você queira irritar o pessoal de casa.

Avatar: O Último Mestre do Ar

Dirigido por M. Night Shyamalan, responsável por filmes como Corpo Fechado, Fragmentado, Tempo e vários outros aclamados pela crítica, não era para se esperar menos do que um sucesso de Avatar: O Último Mestre do Ar. Infelizmente, o elenco não cativou nada, a história adaptada do desenho animado desaponta e as cenas em CGI não passam a menor emoção ao público. Um fiasco completo e a Netflix quer voltar a mexer nisso, com a gravação de um novo longa baseado neste universo…vamos ver no que vai dar.

O Exterminador do Futuro: Gênesis

Nem mesmo Emilia Clarke conseguiu salvar a bagunça que este filme foi na linha do tempo da franquia O Exterminador do Futuro. No papel icônico de Sarah Connor, ela viaja para diversas épocas para impedir a ascensão da Skynet, porém confunde bastante aquilo que os apaixonados pela franquia já conheciam dos filmes anteriores. Tentando dar um novo ar para tudo, eles mais se atrapalham do que cativam e a trama termina de forma pouco impactante e deixando várias dúvidas no coração das pessoas.

Dragon Ball Evolution

Certo, falando de filmes esquecíveis, este é um dos principais da lista de qualquer fã de anime. Dragon Ball Evolution tenta ao máximo americanizar as aventuras de Goku, mas falha completamente em transmitir a sensação que o desenho passa, assim como não consegue se aproximar nem um pouco da trama original. Isso sem falar na transformação em Oozaru, que mais parece um filhote mal formado do King Kong do que uma ameaça alienígena capaz de devastar o planeta.

Solo

Ainda que não seja uma produção ruim, Solo é completamente descartável dentro da franquia Star Wars. Não acrescentando muita coisa aos elementos que já foram apresentados nas trilogias principais, o longa serve para mostrar como Han Solo conheceu Chewbacca e faturou a Millenium Falcon. A ideia soa interessante no papel, mas na prática é uma aventura vazia e que não evoca nem mesmo o charme clássico do personagem. A LucasArts acertou mais em Rogue One e O Mandaloriano.

Quarteto Fantástico (2015)

Partindo para o universo dos super-heróis, poderíamos citar as duas tentativas falhas de trazer o Quarteto Fantástico aos filmes. Porém, apesar da primeira ser ruim, ela está completamente sincronizada com o que já tínhamos visto em Homem-Aranha de Sam Raimi e os X-Men. Já o filme de 2015 acerta ao trazer o lado científico de suas histórias, porém atropela tudo isso em um arco final completamente esquisito e depois arrumam fórmulas genéricas para provocar emoção na batalha final. Um desastre.

Superman: O Retorno

Vamos ser sinceros, Superman Returns nem faz parte dos filmes ruins do Homem de Aço. Seu maior problema foi tentar algo grandioso para coisas que davam para serem resolvidas em 30 minutos de filme. O seriado do Superman & Lois faz muito mais nesse tempo, inclusive. Em resumo, é mais uma vez que vemos Lex Luthor tentando dominar o mundo e a descoberta da paternidade de Clark Kent. Tudo que ocorre no miolo disso é dispensável e talvez você nem lembre mesmo para argumentar algo contra isso.

Alien VS Predador

Era só colocar o Alien para brigar com o Predador, o que poderia dar errado? Quase tudo, aparentemente. Com um núcleo humano completamente desinteressante e diálogos rasos, muitas cenas escuras e uma guerra entre duas entidades alienígenas que mal deu para o gosto, faltou um tempero nessa fórmula. Diferente de Godzilla VS Kong, aqui o conflito não acrescentou nada à linha dos dois aliens e ainda trouxe uma sequência tão ruim quanto o original. Fazer o que, não é?

Motoqueiro Fantasma: Espírito da Vingança

Me critiquem, mas eu gostei do primeiro longa do Motoqueiro Fantasma. Por mais que assistí-lo hoje demonstra o quanto a aventura de Nicolas Cage envelheceu mal, ele foi divertido em sua época. O mesmo não pode ser dito sobre a sua sequência, que coloca o espírito da vingança para batalhar contra Mephisto e Blackheart. Acreditem, nem mesmo os cinemas evitaram de fazer campanha negativa, aconselhando o público a assistir outros filmes que estivessem em cartaz.

A Múmia

Caros leitores, não estou falando dos clássicos filmes da Múmia, aqueles dos anos 90 que levaram uma multidão aos cinemas para ver a muralha de areia criada por Imhotep. Falo da problemática adaptação que fizeram trazendo Tom Cruise no papel principal. Vamos combinar, o filme não carrega nem 1/10 do carisma do passado e seu fracasso foi responsável por afundar completamente o Universo Cinematográfico dos Monstros, derrubando a ideia por completo e deixando ela de lado.

Independence Day: O Ressurgimento

Quem não se recorda de ver, em alguma Sessão da Tarde ou Temperatura Máxima o filme Independence Day com Will Smith que atire a primeira pedra. Outro clássico dos anos 90, ele mostra o planeta rebatendo uma invasão alienígena com todas as suas forças. Onde a sua sequência errou? Claro, além do fato de não conseguir trazer o ator principal da franquia de volta. Seguindo os mesmos padrões e ideia, o filme foi uma completa repetição do antecessor e não causou o mesmo impacto, nem chegou perto na verdade.

Leia mais em Listas!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Star Wars: Galactic Cruiser, o hotel-passeio da Disney 5 Jogos em Pixel Art para Acompanhar Confira a crítica do filme Inititation Melhores Filmes de Suspense tensos e com reviravoltas Novos Jogos de Construção de Cidades para Acompanhar